Reunião de Jovens – 04 de julho de 2015 – Carapicuíba

A Suprema Excelência da caridade.

“Agora , pois permanecem a fé, a esperança e a caridade, estas três; mas a maior destas é a caridade”.

Apresentação : Caique Oliveira e Thamires Garcia

Tema : Caridade

Apresentado o tema “Caridade”, seguindo os escritos na bíblia sagrada, no capítulo 13 de primeiro aos Coríntios 13:1-13. O trabalho elaborado pelos dois jovens e reafirmado após a apresentação, por irmãos anciões e estudiosos da palavra de Deus!

A apresentação, foi bastante clara, porém como sabemos o tema é complexo e muitas dúvidas expostas pelos quase 200 participantes que ali estavam.

Nesta apresentação os dois jovens apresentaram o tema , em tópicos:

“O que é Caridade”

- Definição segundo o dicionário da língua portuguesa

““O amor de Deus e do próximo” “Benevolência, bondade, bom coração, compaixão”. Ou seja, caridade é o ato de amar e demonstrar esse amor para com seu próximo”.

Também apresentando as diversas formas de prática da caridade, sendo o tema apresentado na reunião, tratou especificamente a prática da caridade espiritual que praticamos nos trabalhos espirituais.

Também apresentando as formas em que é transmitido o conhecimento, ainda quando jovens.

Então orientando aos jovens a importância e necessidade de aprimorar o conhecimento sobre o tema.

A prática nos trabalhos espirituais, é muito importante , pois só assim participamos   desta obra de caridade, em que muitos que morreram sem o conhecimento e que não praticaram nenhum pecado, estes são ressuscitados.

A “Caridade”, é continuação da primeira comunicação, onde os espíritos foram doutrinados e levados para o fogo de purificação. Estes espíritos, depois de serem purificados de seus pecados, são levados pelos anjos do Senhor para que passem pela caridade.

Podemos considerar a caridade como o batismo espiritual.

- O espirito passa pelo fogo para purificar seus pecados e então, depois de purificado e arrependido, é levado na congregação para o batismo espiritual – a caridade.

No culto espiritual nós “doamos” nossas igrejas para que estes espíritos possam pedir ao Senhor aquilo que lhes é necessário e então serem levados ao céu. E assim contribuímos para a salvação de milhares e milhares de espíritos.

“Porque praticar a caridade?”

Foi apresentado vários versículos bíblicos para mostrar aos presentes a necessidade da prática da “Caridade”.

Também mencionado sobre as diversas doutrinas, porém sem que façamos qualquer julgamento e citando o que diz em – Lucas 9:49-50 –“ccccccccc”

Foi colocado pelos apresentadores um questionamento aos participantes, muito importante e justificado por eles e tantos outros irmãos, estudiosos da palavra de Deus, que ali estavam.

“Será que Deus precisa de nós para essa obra?”

Sim, Deus teria poder para realizar essa obra se fosse sua vontade. Porém, Deus usa os homens de fé e retidão para fazerem aquilo que é da Sua vontade.

Cristo disse que nós faríamos as mesmas obras que Ele, e obras ainda maiores (João 14:12). As obras que Jesus fazia eram pregações, curativos, ressurreição, etc. Porém, ao curar um enfermo, um dia ele voltaria a se enfermar. Ao ressuscitar um morto, como fez com Lázaro, um dia Lázaro e os outros voltaram a morrer. Mas a obra da caridade é perfeita.

“Como praticar a caridade?”

A justificativa da prática da caridade, foi exposta como abaixo, pela parábola dos dez talentos (Mateus 25:14-30 e Lucas 19:11-27).

Jesus subiu ao céu e nos deixou bens, os dons espirituais.

As três comunicações e as leis , temos obrigação e devemos nos esforçar ao máximo para praticá-las com perfeição.

“Trabalhar nas três comunicações é um dom do Espírito Santos que TODOS têm, pois, o nosso Senhor deu 5 talentos a um, 2 talentos a outro e 1 talento ao outro. Entre esses talentos, todos receberam o dom de trabalhar nas três comunicações, e não podemos enterra-lo”

Também mencionaram em sua apresentação, o que muitos apresentadores, tem dito sobre a prática das três comunicações.

“Muitos pregadores dizem, corretamente, que não devemos ser crentes apenas na igreja, mas também durante a semana em nosso dia a dia. Assim nos preparamos para essa obra e para toda outra que seja da vontade de Deus”.

Com destreza, finalizaram sua apresentação, abrindo espaço para outros jovens que ali estavam, a esclarecer suas duvidas e também apresentação de entendimentos de diversos irmãos que ali se encontravam.