No dia 18 de junho de 2016, foi realizado na presença dos irmãos com a permissão de Deus, na congregação do Jardim Sapopemba, após o culto do meio dia, a reunião onde foi tratado do tema: OS DONS ESPIRITUAIS, cuja reunião foi dirigida pelos irmãos: Elizeu de Oliveira Souza, Eliel Zanini e Bruno Porto.
A reunião foi realizada da seguinte forma, foram levantados alguns tópicos para reflexão, e os irmãos presentes deram suas opiniões sobre o assunto, e posteriormente era citada uma referencia bíblica que respondesse ou confirmasse o que se tinha dito.

Alguns dos tópicos que foram tratados são:

O que é o Dom e como se define?

Dom é definido literalmente como: dádiva, presente, merecimento, dote natural, talento, aptidão, mas esses dons são os dons da carne, ou seja, aqueles que nascemos com ele, ou aprimoramos com o decorrer do tempo.
Já os dons do Espírito, não nascemos com ele, ganhamos de Deus, o dicionário bíblico define dom como um Bem espiritual proporcionado por Deus, uma graça. Exemplo: A fé é um dom de Deus.
Quais as diferenças entre dom da carne e dom do Espírito?
Como já mencionado anteriormente, dom da carne nascemos com ele, ou aprimoramos com o passar do tempo, e podemos usá-lo para beneficio próprio, ou seja, vamos executar uma profissão ou atividade na qual temos facilidade, isso é um dom natural, e vamos usar isso ao nosso favor para ganharmos dinheiro, ou para alguma coisa que nos seja útil.
Já o dom do Espírito, adquirimos com o passar do tempo, dado por Deus e é uma promessa:
Atos 2:38
E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para o perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.

Pra que serve os dons Espirituais?

O dom Espiritual ao contrário do dom da carne, citado anteriormente, serve para o bem coletivo, e não para benefício próprio.
I Pedro 4:10
Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus, Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros.

Quais os diversos tipos de dons?

Aqui serão listados alguns Dons Espirituais citados pela bíblia, além desses citados, podem existir outros dons permanentes ou temporários dados por Deus, é importante ressaltar que os dons que recebemos, depende unicamente da vontade de Deus, ou seja, para que recebamos certos dons, é necessário que o Senhor queira, e eles servem para fazer a vontade de Deus e não para satisfazer nossas vontades.
Mesmo que almejamos muito obter algum dom específico, o Senhor é quem decide se receberemos ou não, independente de nossa vontade.
I Cor 12 1 ao 11

Acerca da diversidade de dons espirituais

1 Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes. 2 Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. 3 Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! E ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
4 Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. 5 E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. 6 E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. 7 Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil. 8 Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; 9e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 10e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos; e a outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação das línguas. 11 Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.

Existe grau de importância dos dons? Quais são os mais importantes?

Sim, existem dons melhores que outros, porém os instrumentos que os operam são iguais, ou seja, somos iguais perante Deus independente do dom que exercemos.
I cor 12:31
Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho ainda mais excelente.
Podemos almejar melhores dons?
Sim, podemos desde que seja respeitada a vontade de Deus. O versículo anterior confirma para procurarmos os melhores dons.
I Cor 14:1
Segui a caridade e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar.
Hb 2:4
Testificando também Deus com eles, por sinais, e milagres, e várias maravilhas, e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade?
Fp 2:13
Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.
As pessoas que exercem os dons são mais importantes que as outras, dependendo do dom que exercem?
Não, todas as pessoas são iguais independentes do dom que exerce.
I Cor 12 ao 31

A unidade dos membros do corpo

12 Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. 14 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. 15 Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? 16 E, se a orelha disser: Porque não sou olho, não sou do corpo; não será por isso do corpo? 17 Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato? 18 Mas agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. 19 E, se todos fosse um só membro, onde estaria o corpo? 20 Agora, pois, há muitos membros, mas um corpo. 21 E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça, aos pés: Não tenho necessidade de vós. 22 Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários. 23 E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra. 24 Porque os que em nós são mais honestos não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela, 25para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros. 26De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.
27 Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular. 28 E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente, apóstolos, em segundo lugar, profetas, em terceiro, doutores, depois, milagres, depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. 29 Porventura são todos apóstolos? São todos profetas? São todos doutores? São todos operadores de milagres? 30 Têm todos o dom de curar? Falam todos diversas línguas? Interpretam todos? 31 Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho ainda mais excelente.

Podemos avaliar se o dom que a pessoa possui é Dom do Espírito?

Sim, mas para isso é necessário que tenhamos o dom de discernir:
I Cor 12-10
10e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos;
Como se comprova se o dom realmente é do Espírito?
Pelos frutos que ele dá, o dom do Espírito deve produzir frutos nas pessoas que os exercem, granjeando talentos.

O que é necessário para receber o dom do Espírito Santo?

Arrepender-se e ser batizado:
Atos 2:38
E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.

Pode alguém que ainda não foi batizado receber o dom do Espírito Santo?

Alguns episódios bíblicos citam a prática de dom de Deus sem o batismo, mas esses episódios aconteceram de acordo com a vontade de Deus, em situações que Ele julgou necessário, não servindo como regra pra quem não tenha o batismo, exercer livremente o dom do Espírito Santo:
Atos 10 44 ao 47
E, dizendo Pedro ainda esta palavra caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. 45 E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. 46 Porque os ouviam falar em línguas e magnificar a Deus. 47 Respondeu, então, Pedro: Pode alguém, porventura, recusar a água, para que não sejam batizados estes que também receberam, como nós, o Espírito Santo? 48E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então, rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias.
I Cor 2:14
14 Ora, o homem natural não compreendem as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parece loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Após os assuntos tratados, foi feito o encerramento da reunião com uma oração dirigida pelo irmão Tiago, onde foi oferecida uma homenagem aos irmãos aniversariantes do mês de julho, a reunião foi encerrada com um cântico de hino.

Dia 20/08/2016 realizou-se na Congregação de Carapicuíba o estudo bíblico sobre a Parábola do Mordomo Infiel (cap. 16 de Lucas). Primeiramente foi pedido aos jovens que se colocassem nos primeiros bancos a fim de que eles dedicassem toda sua atenção ao estudo.

A reunião teve início às 15:45 hrs com a oração inicial executada pelo irmão Mateus Almeida da cidade de Suzano. Após, foram apresentados os coordenadores da reunião, os jovens Guilherme Farias, integrante do grupo de jovens de Carapicuíba, e Tatiane de Paula, integrante do grupo de jovens de Santana de Parnaíba. Para iniciar, eles fizeram uma breve apresentação de si mesmos e explicaram como seria a dinâmica. Em seguida, eles introduziram o tema do estudo através da leitura da parábola pela Tatiane, e convidaram as regionais para se apresentarem (Carapicuíba, Livieiro, Sapopemba e Suzano, nessa ordem). Cada uma respeitou muito bem o tempo limite proposto, que era de 10 minutos. Os representantes das regionais foram quase todos jovens, o que consideramos ter sido um ponto em destaque na reunião e muito bom a ser observado.

Em respeito às interpretações, houveram alguns pontos em comum, mas de forma geral foram linhas de raciocínio bem diferentes. Após as apresentações, abriu-se espaço para a interativa, que durou aproximadamente 40 minutos. Foi dada primeiramente a oportunidade aos jovens para levantarem suas dúvidas e questionamentos, mas não houve correspondência e por isso o debate iniciou-se com a colocação do irmão Daniel Garcia, de Carapicuíba. O apontamento dele deu abertura para outros irmãos se posicionarem ou darem opinião sobre o que foi apresentado pelas quatro regionais. A primeira jovem a levantar uma dúvida de interpretação sobre a parábola, foi a irmã Sara Almeida da cidade de Suzano. Sua dúvida era a mesma de outros irmãos e irmãs presentes que haviam pedido a palavra depois dela: a atitude do mordomo em conceder desconto aos devedores de seu senhor foi equivocada ou não? A partir desse ponto é que a interativa se desenrolou e rendeu bastante interação entre os irmãos, tanto jovens quanto adultos. Chegando perto do encerramento, houve a apresentação de uma linha de pensamento um pouco diferente do que fora discutido, mas que também agregou conhecimento e gerou reflexão. Após o término da interativa, houve uma oração final direcionada pelo jovem Thiago Graça da cidade de Indaiatuba- SP e posteriormente a reunião foi oficialmente encerrada, as 17:50 hrs aproximadamente, por um cântico dirigido pelo coral de Carapicuíba.

Vale observar que a coordenação foi realizada por dois jovens que nunca haviam apresentado reunião. Eles mesmos se dispuseram a coordená-la quando pedimos voluntários e, apesar de ser algo novo para eles, cumpriram esse papel com excelência e determinação, e ficaram gratos pela oportunidade. Da mesma forma, a apresentação de três regionais (Carapicuíba, Livieiro e Suzano) ficaram a cargo de sete jovens, que também se empenharam e fizeram ótimas apresentações. A partir do que vimos, devemos sempre lembrar que temos em nosso meio jovens de muito potencial, que esperam somente por uma oportunidade para trabalharem e desenvolverem seus talentos.

Paz de Deus a todos,

Fotos

PAUTA DE REUNIÃO

Data/Hora: 20/08/2016 18:00h – Local: Osasco – Residência: Samuel/Ana Paula

1. ADMINISTRAÇÃO
1.1 Andamento da Abertura da conta corrente COPROEN – Aguardando novo Estatuto
1.2 Status novo estatuto – Maely

2. FINANCEIRO / CONSELHO FISCAL
2.1 Extrato Atualizado da conta – Maely
2.2 Relatório Atualizado das Receitas e Despesas Mai/Jun/Jul 2016 – Davi e Miriam
2.3 Livro Caixa Atualizado com a Movimentação Mai/Jun/Jul 2016 – Davi e Miriam

3. AÇÃO SOCIAL
3.1 Campanha do Agasalho – Thiago
3.2 Informações para campanha de natal – Ana Paula

4. MARKETING
4.1 Cartaz Confraternização – Guilherme
4.2 Atualização geral do site – Davi

5. EVENTOS
5.1 Comentários Reunião geral Carapicuíba – Todos
5.2 Status inscrição/pagamento Arujabel – Thiago/Caique
5.3 Status inscritos Reunião SP/Maringá – Thiago/Thamires
5.4 Projeto Gincana 2017 – Thiago

6. CONTEÚDO
6.1 Preparativos apresentação em Maringá – Gilmar

7. ENCONTRO DE CASAIS
7.1 Informações Gerais – Thiago
7.2 Status inscritos – Thiago
7.3 Sugestão de palestrantes – Todos
7.4 Conteúdo – Gilmar

Próxima Reunião: 15/10/2016 18:00h – Santana de Parnaíba- Thamires